Reitor da UFPA assume a presidência da Andifes

Postado em 31 de julho de 2017

O Reitor da Universidade Federal do Pará (UFPA), Emmanuel Tourinho, foi eleito para presidir a Associação Nacional de Dirigentes das Instituições Superior de Ensino – Andifes. A eleição ocorreu no último dia 28 de julho, em Natal-RN. Criada em 23 de maio de 1989, a Andifes é a representante oficial do sistema de universidades públicas federais na interlocução com o governo federal, com o Congresso Nacional e com a sociedade em geral.

A chapa eleita é formada pelos seguintes reitores e respectivas instituições: Presidente Emmanuel Zagury Tourinho (UFPA); 1o Vice-Presidente José Arimathéia Dantas Lopes (UFPI); 2o Vice-Presidente José Roberto Soares Scolforo (UFLA); 1o Suplente Rui Vicente Oppermann (UFRGS); e 2o Suplente  Myrian Thereza de Moura Serra (UFMT).

Dentre as propostas de trabalho da nova Diretoria Executiva da Andifes estão a defesa firme do sistema de universidades públicas federais, de sua autonomia e de sua capacidade de responder às demandas da sociedade; o diálogo com entidades parceiras no meio acadêmico, científico e na sociedade, comprometidas com a educação pública, gratuita e de qualidade; a construção, em conjunto com entidades como Conifes, Andes, Proifes, Fasubra, UNE, ANPG, SBPC e ABC, de estratégias e ações em defesa do sistema de universidades públicas federais, respeitando e preservando o papel de cada uma; a luta pela recriação do Ministério da Ciência, Tecnologia Inovação; e a participação ativa da Andifes na Conferência Regional do Ensino Superior da Unesco, em Córdoba, em junho de 2018, com a apresentação de documento construído pelo conjunto de reitoras e reitores, em defesa da educação superior como direito social.

Responsabilidade – Para o presidente eleito, Emmanuel Tourinho, dirigir a Andifes é uma honra e uma grande responsabilidade, especialmente neste momento de grandes dificuldades para o sistema de universidades públicas federais. “Nossa gestão terá como compromissos centrais a defesa intransigente desse sistema e da autonomia das universidades, a busca da recomposição dos seus orçamentos e a articulação com todos os setores da sociedade que defendem a universidade pública, gratuita e de qualidade”, sintetiza o reitor da UFPA.

Para o atual vice-reitor da UFPA, professor Gilmar Silva, a eleição de Tourinho como presidente da Andifes é uma conquista. “Isto nos enche de orgulho, enquanto instituição, e aumenta nossa responsabilidade. Esta conquista é, sem dúvida, da nossa UFPA, que tem seu nome reconhecido em um momento de desafio como o que estamos vivendo no cenário nacional. Emmanuel desempenha o papel de uma figura aberta ao diálogo, progressista e com um profundo compromisso a democracia. Não poderia ter ocorrido escolha melhor”, opina.

Sobre a Andifes – A Andifes reúne 63 universidades federais, localizadas em todos os estados do país, com mais de um milhão de alunos de graduação e pós-graduação; 45 hospitais universitários, formando a maior rede pública brasileira de atenção à saúde, que oferece atendimento gratuito e com qualidade a mais de 5.278.000 brasileiros por ano, realizando inclusive mais de 260.000 cirurgias anuais.

Texto: Jéssica Souza – Assessoria de Comunicação da UFPA, com informações da UFPI e Andifes
Foto: DIvulgação