Universitec se filia à Associação Brasileira das Instituições de Pesquisa Tecnológica e Inovação

Atualizado em: 29/07/2020 às 23:40
Tempo de leitura: 4 minutos

A Agência de Inovação Tecnológica da Universidade Federal do Pará (Universitec) filiou-se à Associação Brasileira das Instituições de Pesquisa Tecnológica e Inovação (ABIPTI). O NIT da maior Universidade do Norte, agora, faz parte do grupo de 144 organizações associadas que contribuem para que a Associação cumpra a sua missão de representar e promover a participação das entidades de pesquisa, desenvolvimento e inovação tecnológica, no estabelecimento e na execução de políticas voltadas para o Sistema Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação.

No final de junho, o diretor da Universitec, professor Gonzalo Enríquez, participou do evento on-line “Diálogos com Universitec, Anprotec e ABIPTI”, juntamente com o presidente da ABIPTI, Paulo Foina, o presidente da Anprotec, Francisco Saboya, e a diretora de eventos da AV, Victória Mutran. O encontro marcou a primeira participação da UFPA como associada à ABIPTI e fez parte da Semana Estadual de Ciência, Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento, realizada pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica do Governo do Pará.

Para o presidente da ABIPTI, a pandemia fez com que o governo percebesse que ciência e tecnologia são fundamentais para o país. “Os empresários precisam investir nessa área, mas o governo é sócio. Precisamos mostrar para o governo que estamos despreparados para enfrentar um ataque biológico. Guerras biológicas e cibernéticas são vencidas com cientistas, não com generais”, comentou Paulo Foina, ressaltando também a necessidade de um orçamento de longo prazo para o setor e a importância de gestores públicos na área de ciência, tecnologia e inovação.

Visando ao futuro, o presidente da ABIPTI planeja a disseminação do conhecimento constantemente gerado pelas Universidades e pelos Institutos de Ciência e Tecnologia do Brasil. “Assim, levaremos aos nossos pesquisadores os problemas da sociedade e da indústria, os quais podem ser resolvidos por brasileiros. Nós temos competência, tecnologia e conhecimento para solucionar os nossos próprios problemas e a ABIPTI está à disposição para conduzir esse processo”, afirmou Paulo Foina.

Por fim, ele parabenizou a Universitec pela filiação e agradeceu a oportunidade em participar do evento, ressaltando a sua importância para o ecossistema de inovação do Pará. “Parabéns à Universidade Federal do Pará, à Universitec e à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica do Governo do Pará pela brilhante condução da Semana Estadual de Ciência, Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento”, concluiu o presidente da ABIPTI.

Segundo o diretor da Universitec, Gonzalo Enríquez, a filiação da Universitec à ABIPTI significa não apenas uma maior interação da Agência com outros NITs de todo o Brasil, mas também com áreas do Executivo e do Legislativo nacionais responsáveis por pensar políticas públicas para o setor. “Assim, conseguiremos participar com frequência de reuniões dedicadas à discussão dessas temáticas e contactar atores estratégicos do ecossistema de inovação que, certamente, poderão auxiliar a Universitec a cumprir a sua missão na Amazônia”, contou. 

Sobre a ABIPTI

A Associação Brasileira das Instituições de Pesquisa Tecnológica e Inovação (ABIPTI) é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos, que reúne entidades públicas e privadas de pesquisa e desenvolvimento científico e tecnológico, com presença nas cinco regiões e 27 unidades da federação.

A ABIPTI possui estreita parceria com os conselhos nacionais de Secretários Estaduais para Assuntos de CT&I (Consecti) e das Fundações de Amparo à Pesquisa (Confap), além do Fórum de Secretários Municipais da Área de C&T.

A Associação atuou, ao longo de quase três décadas de existência, em atendimento a demandas do Ministério da Ciência e Tecnologia e suas agências Finep e CNPq. Entre elas, por meio de solicitação do MCT, criou o projeto Gestão C&T, no ano de 2000; realizou as conferências regionais preparatórias para as Conferências Nacionais de CT&I de 2001 e 2005; e encaminhou sugestões do setor tecnológico para formulação do Plano de Ação Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Nacional 2007-2010 (PAC da C&T); entre outras ações.

Outra atuação de destaque é a Aliança Estratégica para a Promoção da inovação Tecnológica, integrada pela ABIPTI, pela Associação Nacional de Pesquisa, Desenvolvimento e Engenharia das Empresas Inovadoras (Anpei) e pela Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec). A Aliança consiste em uma articulação institucional e um intercâmbio permanente de informações entre as entidades, ampliando o espaço da pesquisa tecnológica no âmbito das políticas públicas nacionais.

A ABIPTI participa do Conselho Consultivo da Finep, do Conselho de Administração do Centro de Gestão e Estudos Estratégicos, entre outras instâncias.

Desde julho de 2008, a ABIPTI passou a ser o ponto focal regional para América Latina e Caribe da Associação Mundial das Indústrias e Organizações de Pesquisa Tecnológica (Waitro, sigla em inglês). A decisão de convidar a ABIPTI para essa representação foi acordada por unanimidade pelos membros do Comitê Executivo da Waitro, durante a 60ª reunião da entidade, realizada no dia 5 de março de 2008. A representação é válida até junho de 2010. A ABIPTI é associada à Waitro.