Universitec/UFPA participa de 9ª Feira Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação

Postado em 09 de setembro de 2018

Nesta quarta-feira (8), começa o Belém+30, evento internacional no qual a 9ª Feira Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) está inserida em 2018. O evento tem como tema central os direitos dos povos indígenas e populações tradicionais e a conservação da biodiversidade três décadas após a Declaração de Belém.

A feira estadual é organizada pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet) e, todos os anos, é realizada em outubro, acompanhando a programação da Semana Nacional de CT&I. O principal objetivo é refletir sobre as conquistas e os desafios da Carta de Belém, após o primeiro encontro internacional de Etnobiologia, ocorrido na capital paraense em 1988. Acompanhando o tema, a Feira de CT&I vai procurar mostrar como tradição e ciência podem estar mais próximas do que se imagina.

Via: G1.

Estande da Universitec/UFPA reúne projetos pedagógicos

A Agência de Inovação leva à Feira o aplicativo de educação financeira voltada para as crianças da Poupadin, empresa incubada no Programa de Incubação de Empresas (PIEBT). O aplicativo pode ser baixado gratuitamente no Google Play.

Também participam representantes das Faculdades de Física, Química e Geoprocessamento da UFPA (campus Ananindeua) apresentando métodos de ensino de Física para deficientes visuais e o estudo de moléculas de forma lúdica.

Representante da Assessoria Especial de Inovação e Propriedade Intelectual da Universitec/UFPA, Emílio di Marco afirma a relevância do evento e da participação da Agência: “Eventos como a Feira de Ciência e Tecnologia são de suma importância, uma vez que fomentam o interesse pela ciência, despertam a curiosidade e estimulam o empreendedorismo. Devido a isso, a Universitec, como difusora do empreendedorismo e incentivadora da Inovação dentro da UFPA, não poderia ficar de fora, já que as crianças que estão tendo contato com a ciência e a tecnologia hoje podem ser autoras de grandes inovações no futuro.”