Ocalev: Empresa incubada no PIEBT democratiza o acesso a Projetos Elétricos de qualidade e à Inovação

Postado em 14 de maio de 2018

No Brasil, 2 pessoas morrem diariamente em acidentes relacionados à eletricidade. Os dados são da Abracopel(Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade) que publica um anuário estatístico de acidentes de origem elétrica desde o ano de 2016.

As causas são muitas, mas a maioria dos casos é reflexo da carência das residências brasileiras de projetos elétricos adequados junto com o uso de materiais elétricos inapropriados e a falta de mão de obra qualificada. O projeto elétrico nas residências são essenciais não somente para a economia de luz e para evitar a perda de eletrodomésticos, mas sim,  para evitar acidentes e tragédias relacionados à eletricidade.

Procurando democratizar o acesso a esses projetos e a melhoria das instalações elétricas brasileiras, a Ocalev, empresa paraense de tecnologia voltada para a inovação e a melhoria de instalações elétricas, desenvolveu o Woca ,uma ferramenta inovadora que permite a elaboração de projetos elétricos de forma mais prática e acessível. A ideia de desenvolver o software surgiu em meados de 2014, e desde 2015 a empresa é incubada no Programa de Incubação de Empresas de Base Tecnológica(PIEBT) da Agência de Inovação Tecnológica da Ufpa(Universitec) e vem aprimorando as instalações elétricas residenciais.

A Ferramenta

 O Woca já foi adquirido por muitos usuários e é usado para auxiliar profissionais a projetarem instalações elétricas para clientes reais. Com ele, o usuário consegue fazer um projeto elétrico em apenas alguns minutos, tendo que somente desenhar na própria ferramenta uma planta baixa da residência, de uma forma simples e rápida, é permitida a elaboração dos projetos.

‘’70% das residências do Brasil não possuem um projeto elétrico. E quando é feito, na maioria das vezes é inadequado ou muito caro, com isso, decidimos criar o Woca que é essencialmente feito para um maior acesso a esse tipo de serviço, seja o eletricista ou alguém que queria elaborar o projeto elétrico da sua própria residência’’ disse Ramon Villar, Engenheiro Elétricista e diretor geral da Ocalev.

 

O engenheiro conta que além do público alvo que são os profissionais do setor de engenharia elétrica e construção civil(arquitetos, engenheiros,técnicos), professores de cursos técnicos e superior estão adotando a ferramenta em disciplinas de instalação elétrica por causa da facilidade do uso ‘’Ao adotá-lo em sala de aula, os alunos aprendem de forma muito mais rápida e começam a ser produtivos na sua primeira hora de uso. O que não acontecia com outros softwares, nos quais eles passavam boa parte do tempo tentando usar o aplicativo ou fazendo projetos à mão’’, finaliza Ramon.

Conquistas

 A empresa foi finalista  do Inovativa Brasil em 2017, o programa de aceleração de empresas realizado pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços(MDIC), pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) e pela Fundação CERTI( Fundação de Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras), e no mesmo ano foi chamada para participar do curso da Startup School, a escola de startups da Y Combinator, a maior aceleradora e incubadora de startups do mundo, localizada no Vale do Silício.

A característica principal do Woca é a ‘’disrupção’’, que significa abrir o leque de possibilidades de um público específico para um público bem maior, no caso dessa ferramenta, pode-se dizer que funciona para toda a sociedade. E isso associado aos índices de acidentes relacionados à eletricidade pode ser benéfico para minimizar esses dados e oferecer maiores oportunidades na elaboração de projetos elétricos residenciais com segurança. ‘’O retorno que o Woca tem dado para a sociedade é justamente essa democratização, permitindo que mais profissionais melhorem a qualidade do seu trabalho, e com isso, a qualidade dos projetos elétricos das residências’’ afirma Ramon.

 

Acesse o Youtube da empresa para conhecer a ferramenta, e o site da Ocalev. Ou visite a página do Facebook para mais informações.

Para conhecer o PIEBT e as empresas incubadas, basta entrar em contato pelo email piebt.ufpa@gmail.com e conhecer o prédio da Universitec. Ou ligue 3201-8022 para mais informações.

 

Texto: Talissa Fernandes- Assessoria de Comunicação da Universitec