Inscrições para o prêmio Kurt Politzer de tecnologia já estão abertas

Postado em 11 de setembro de 2018

O Prêmio Kurt Politzer de Tecnologia, lançado em dezembro de 2001 pela Abiquim(Associação Brasileira da Indústria Química) e tem como objetivo estimular a pesquisa e a inovação na área química no País, reconhecendo projetos de inovação tecnológica na área química, que demonstrem a inventividade e a criatividade de empresas e pesquisadores.

A premiação recebeu o nome de Kurt Politzer em 2011, uma homenagem mais do que merecida a esse doutor e professor de química que colaborou por cerca de 30 anos com a Abiquim. Considerado um dos mais importantes personagens da história da química do Brasil, Kurt Politzer fez parte do Conselho Diretor da Abiquim e coordenou a Comissão de Tecnologia.

Além de divulgar as metodologias empregadas e capacitações existentes, o prêmio também estimula novos núcleos de inovação na indústria química.

Ao longo dos anos, cerca de 30 empresas e 20 pesquisadores já foram premiados. Os trabalhos vencedores são anunciados no Encontro Anual da Indústria Química (ENAIQ), realizado entre os meses de novembro e dezembro de cada ano.

Categorias:

1-Empresas

Empresas que tenham desenvolvido no País projetos e casos de inovação tecnológica na área química que levem à modernização e a um aumento da competitividade do parque industrial brasileiro. Poderão concorrer ao Prêmio trabalhos de melhorias de processos, produtos e serviços já existentes no mercado, assim como aqueles que envolvam o desenvolvimento de processos, produtos, aplicações e serviços pioneiros.

Empresa Nascente de Base Tecnológica (Startup)

Empresas cujas estratégias empresariais e de negócios sejam sustentadas pela inovação e cujas bases técnicas de produção estejam sujeitas a mudanças frequentes, advindas da concorrência centrada em esforços continuados de pesquisa e desenvolvimento tecnológico. Principais características das empresas nascentes de base tecnológica:

Em estruturação empresarial (“quase-empresa”);

Sem posição definida no mercado;

Inseridas ou não em incubadoras;

Que buscam oportunidades em nichos de mercado com produtos/serviços inovadores e de alto valor agregado.

2-Pesquisador

Pesquisadores que tenham desenvolvido projetos na área química com potencial de aplicação industrial.

Mais de um trabalho pode ser inscrito por participante, mas é fundamental a indicação da categoria a qual se pretende concorrer.

As pesquisas serão mantidas em sigilo até a divulgação dos resultados. As íntegras dos projetos não serão divulgadas publicamente sem a autorização da empresa ou pesquisador

Inscrições:

O projeto ou o caso deverá ser apresentado seguindo o modelo anexo (disponível no site) até 31 de outubro de 2018, devendo ser preenchido, anexado o arquivo em pdf com o projeto, limitado a cinco (5) páginas, e enviado para o e-mail.

Mais informações em: Abiquim

Via: Divulgação