Inscrições abertas para o ingresso de novos empreendimentos na Incubadora da Universitec

Postado em 07 de outubro de 2019

Estão abertas as inscrições para o processo seletivo do Programa de Incubação de Empresas de Base Tecnológica (PIEBT) da Universidade Federal do Pará (UFPA), programa que integra a sua Agência de Inovação Tecnológica (Universitec). Esta é a segunda seleção de 2019, que está oferecendo três vagas para a modalidade de empresas residentes. Os interessados têm até o dia 10 de novembro para realizar a inscrição.

O objetivo do programa de incubação consiste no apoio gerencial e tecnológico para a criação e/ou desenvolvimento de empresas, que utilizam tecnologia como um dos seus principais insumos, com enfoque não-exclusivo, porém preferencial, nas áreas de Produtos Naturais (alimentos, cosméticos, perfumaria e fitoterápicos), Biotecnologia, Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), Tecnologia Mineral, Design, Energia e outras atividades da indústria de transformação.

Segundo a coordenadora do PIEBT, Iara Neves, a importância que a Incubadora de Empresas da UFPA tem para o Pará é ímpar, pois contribui para a expansão do ecossistema de negócios da região, além de capacitar empreendedores e empresários, de forma que eles levem em conta a sustentabilidade, a inovação e a tecnologia como premissas em seus empreendimentos. “A Incubadora vem ao longo de duas décadas estimulando o empreendedorismo inovador, o surgimento e desenvolvimento de empreendimentos que tenham como cerne a geração de produtos, processos e serviços, gerados a partir do conhecimento produzido na academia ou com apoio de Universidades. Logo, ela é importante tanto por apoiar empreendimentos que dão retorno ao estado por meio da geração de emprego, renda e impostos, como também por contribuir para que nossa região tenha foco no empreendedorismo inovador e sustentável”, afirma.

Pioneiro em incubação na Amazônia, o PIEBT atualmente apoia oito empresas, dentre elas a OcalevAo buscar democratizar o acesso à engenharia de qualidade no Brasil, a startup paraense inova constantemente na área de instalações elétricas. Dentre as tecnologias desenvolvidas pela Ocalev está o Woca, um aplicativo que permite a elaboração on-line de projetos elétricos residenciais de modo acessível e apenas em alguns minutos.

Ramon Villar, engenheiro eletricista e diretor da Ocalev, iniciou o processo de incubação da startup em 2015. “Participar do PIEBT é uma da melhores maneiras de uma empresa inovadora em estágio inicial, ou mesmo uma empresa tradicional que deseja adicionar inovação ao seu negócios, inserir-se no ecossistema. A Incubadora fornece cursos e mentorias especializadas, acesso a eventos, além de uma rede de contatos com empresas e instituições voltadas ao empreendedorismo inovador. Ser uma empresa incubada também abre portas e garante mais credibilidade ao seu negócio. É um atestado de que está realmente buscando fazer algo diferenciado no mercado”, conta.

Uma das novidades deste ano para a Incubadora de Empresas é o novo critério de avaliação dos empreendimentos que se candidatarem às vagas disponíveis. De acordo com a coordenadora do PIEBT, “o processo de seleção de 2019 agregou como um dos critérios principais de avaliação o impacto social e/ou ambiental positivo. Para este ano o apoio  que a Universitec presta aos negócios de impacto será ainda maior, pois além de atender aos empreendimentos inovadores nos modelos que já apoiamos,  pretendemos dar um grande suporte aos negócios que tenham a missão de gerar um impacto socioambiental positivo, de forma que juntos possamos contribuir para o desenvolvimento econômico e social da  nossa região”, conclui.

Faça sua inscrição e acesse o edital e os anexos para empresas residentes aqui.


Atualizado em 09/10/2019 às 15h32.