Empresa incubada é primeiro lugar na edição 2018 do prêmio Professor Samuel Benchimol

Postado em 27 de novembro de 2018

Na última Sexta-Feira, dia 23/11, ocorreu a 15° edição do prêmio Samuel Benchimol e Banco da Amazônia de Empreendedorismo Consciente. A premiação visa o estímulo e reconhecimento de ações a favor da Região Amazônica, e se divide em duas categorias. Uma delas contempla iniciativas pioneiras no Desenvolvimento Sustentável da nossa região, a outra abarca as trajetórias de Personalidades dedicadas a esse Desenvolvimento Sustentável.

As duas premiações enaltecem projetos focados na inovação tecnológica para a sustentabilidade da Região Amazônica. O prêmio foi criado em 2003 pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) e a partir de 2009 passou a agrupar o prêmio Banco da Amazônia de Empreendedorismo Consciente.

Na categoria Iniciativa de Desenvolvimento Local (IDL), uma das  nossas empresas incubadas foi agraciada com o 1° lugar. A empresa KARAJAZ produz joias sustentáveis, utilizando matéria-prima local e como diferencial, atua em todo processo produtivo, desde a pesquisa geológica do material utilizado até a finalização do produto. Um outro fator que faz da KARAJAZ uma empresa inovadora é a utilização de elementos da biodiversidade da Amazônia na construção do designer das joias. As peças remetem aos animais, à vegetação, às comunidades e simbologias da cultura amazônica.

Para Mauricio Favacho, CEO da KARAJAS, participar de uma premiação como essa é o reconhecimento do seu trabalho, que é pautado no empreendedorismo sustentável. Ele acredita que o prêmio é a validação de uma ideia que surgiu há pelo menos 6 anos e o incentiva a ampliar mais o seu projeto e empresa. “em síntese, tenho a sensação de que estou no caminho certo como empreendedor sustentável e justamente fazendo o que mais gosto: desenhar e fabricar joias com matérias-primas locais, usando inovações e tecnologias modernas no processo de produção”, encerra.

 

Fonte das fotos: FIEPA, 23/11. À esquerda Luiz Cláudio Sampaio (Diretor Comercial do Banco da Amazônia), no centro da foto Gonzalo Enríquez (Diretor da Universitec) e à direita o premiado Mauricio Favacho .

Texto: Ascom Universitec