Empresa incubada no PIEBT/UNIVERSITEC participa de evento internacional de chocolate em Paris

Publicado em: 14/11/2017 às 16:03
Tempo de leitura: 2 minutos

Recentemente, a NAYAH Sabores da Amazônia, empresa incubada na Agência de Inovação Tecnológica da Universidade Federal do Pará/UNIVERSITEC/PIEBT, participou do Salon du Chocolat, em Paris, um dos eventos mais tradicionais do mundo neste segmento. Durante a exposição, a programação contou com mais de 500 participantes de 60 países, incluindo 200 chefs de renome mundial.

A NAYAH foi convidada a participar da missão empresarial ao Salon du Chocolat  pela Fiepa e CIN, tendo o apoio do Sebrae-PA, juntamente com outras empresas de produção de cacau do estado. O objetivo da participação foi dar visibilidade às industrias paraenses no mercado internacional.

Esta não é a primeira vez que a empresa participa de eventos desse porte. Entre os compromissos internacionais já tidos estão: o Festival Internacional do Chocolate, em Óbidos, Portugal, além do Northwest Chocolate Show, em Seattle, Estados Unidos.

Fazer parte destas missões é importante para o desenvolvimento de internacionalização da empresa, pois nelas há possibilidade de comercializar produtos com um público ávido a conhecer o chocolate produzido na Amazônia. Pensando nisto, a NAYAH criou a linha Export, com embalagens na língua inglesa além de termos registrados a empresa junto ao FDA, órgão Americano de inspeção de alimentos, tornando-a apta à exportação ao mercado Americano além de outros mercados que tomam a FDA como referência.

“Tais eventos tem como público tanto profissionais do setor quanto o público em geral amante de chocolates que é muito diverso, vai de crianças à terceira idade; de famílias a casais e/ou grupos de jovens com amigos, afinal, quem não gosta de chocolate? Atualmente a empresa já exporta aos Estados Unidos, Austrália e agora também à França. Após o contato com o mercado francês, faremos ainda mais adaptações à linha NAYAH export, agora abraçando os feedbacks obtidos em Paris”, comenta Luciana Ferreira, sócia-proprietária da NAYAH.

Outro ponto importante que Luciana destaca é a importância do crescimento aliado ao projeto de incubação desenvolvido no Programa de Incubação de Empresas de Base Tecnológica da UFPA (PIEBT), na Universitec. Com a mescla dessas experiências a empresa ganha percepção de mercado, contato com empresários e empresas do mesmo segmento no exterior, além da abertura de novos mercados, todos estes fazendo parte do processo de incubação.

“O chocolate Amazônico desperta grande curiosidade do mercado Francês e internacional em geral seja pelo sabor de amêndoas de origem exclusiva, pelo cultivo socio-ambiental justo do cacau na região ou ainda pela diversidade de sabores amazônicos que podem ser agregados aos chocolates, proporcionando aos paladares uma experiência única: é como poder fazer uma viagem à floresta, pelos sabores da Amazônia, através dos nossos chocolates”, concluiu Luciana Ferreira.