Conheça as 10 invenções de IoT brasileiras vencedoras do Prêmio Tecnologias de Impacto

Postado em 22 de novembro de 2017
A Qualcomm anunciou hoje, por meio de sua subsidiária Qualcomm Technologies, Inc., os brasileiros vencedores do Prêmio Tecnologias de Impacto, prêmio que visa reconhecer inventores de tecnologias nacionais que impulsionem o desenvolvimento do ecossistema de Internet das Coisas. Promovido pela Qualcomm com o apoio institucional do INPI, CNPq e CNI, a iniciativa premia dez projetos com uma viagem de imersão em laboratórios e centros de inovação na Califórnia, organizada pelo Instituto Euvaldo Lodi – IEL e pela Confederação Nacional da Indústria – CNI.
As dez iniciativas vencedoras foram avaliadas por executivos da Qualcomm e das entidades envolvidas come base em sua relevância tecnológica, grau de inovação e impacto socioeconômico e ambiental.
“A Qualcomm fornece atualmente mais de um milhão de processadores para IoT, o que reflete a capacidade da companhia em inventar e apoiar tecnologias que atendam a demanda da indústria”, disse Rafael Steinhauser, vice-presidente sênior e presidente da Qualcomm América Latina. “O Prêmio Tecnologias de Impacto é uma ótima forma de incentivar a criação de novas soluções desenvolvidas por inventores brasileiros, além de fomentar o cenário nacional de propriedade intelectual e premiar projetos que atendam as necessidades dos brasileiros”.
Com mais de 200 projetos inscritos, o Prêmio Tecnologias de Impacto foi apoiado por um road show de palestras sobre o mercado de patentes e inovação. As palestras foram assistidas por mais de 500 estudantes e professores de 15 das principais universidades brasileiras, incluindo USP, UNB e Unicamp.
A cerimônia de premiação contou com a participação do Diretor de Cooperação Institucional do CNPq, José Ricardo de Santana, e incluiu apresentações sobre os geradores de inovação no Brasil, além de um debate sobre os desafios e oportunidades para o mercado de IoT no país.
“A Qualcomm é uma companhia entusiasta da inovação”, disse John Han, vice-presidente sênior da Qualcomm e gerente da Qualcomm Technology Licensing. “Investimos bilhões em pesquisa e desenvolvimento anualmente para inventarmos tecnologias que tragam progresso em diversos aspectos de nossas vidas. Estamos orgulhosos em fomentar inovações de IoT no Brasil por meio deste prêmio, que dará aos inventores a oportunidade de conhecer o que as principais universidades, laboratórios e companhias estão fazendo no desenvolvimento de tecnologias de IoT na Califórnia”.
Os vencedores participarão do programa Imersão em Ecossistemas de Inovação na Califórnia, organizado pela CNI e pelo IEL. O programa acontece em fevereiro de 2018, e inclui visitas a Universidade de San Diego, Universidade de Stanford, Hampton Creek, a aceleradora Plug and Play, laboratórios da Qualcomm e outros laboratórios e companhias de alta tecnologia.
“Para a CNI, a parceria com a Qualcomm é de grande relevância para fortalecer a inovação no Brasil. Temos urgência em desenvolver competências no país para que nossa indústria acompanhe a revolução digital em curso e seja mais competitiva, uma vez que que os impactos das inovações disruptivas são irreversíveis. Criamos a imersão aos Ecossistemas de inovação do Vale do Silício para oferecer a oportunidade aos pesquisadores premiados de conhecer ambientes de inovação avançados”, afirma a diretora de Inovação da CNI, Gianna Sagazio. “Redes de relacionamento com profissionais e instituições que têm liderado essa corrida tecnológica são fundamentais para a multiplicação de informações estratégicas e, potencialmente, para a realização de projetos conjuntos”, acrescenta.
“O CNPq considera o Prêmio Tecnologias de Impacto, promovido pela Qualcomm, uma importante iniciativa não só por incentivar e premiar as melhores ideias em tópicos altamente relevantes, mas também por trazer à sociedade como um todo uma das tecnologias portadoras de futuro para a qual os pesquisadores e a ciência brasileira deverão estar atentos. Assim, o apoio do CNPq demonstra quão fortemente este conselho busca, juntamente com importantes parceiros, o cumprimento de sua missão”, disse Mario Neto Borges, Presidente do CNPq.
“O INPI apoia o Prêmio Tecnologias de Impacto e reconhece a valorização de inventores brasileiros como um estimulo a todas as atividades ligadas ao processo de inovação no Brasil”, disse o presidente do instituto, Luiz Otávio Pimentel.
Os dez vencedores são:
· ALTAVE: torres flexíveis em forma de balões presos no solo por um cabo, capazes de ficar até 300 metros do solo com rádios, antenas e câmeras que podem ser deslocados para diferentes regiões.
· Bluelux: o projeto consiste na criação de adaptadores de fácil instalação que transformam lâmpadas e aparelhos eletrônicos comuns em equipamentos conectados.
· CarKeeper: solução patenteada capaz de monitorar a manutenção de veículos através de sensores instalados em diferentes áreas dos carros. Com um aplicativo, o proprietário poderá monitorar todo o processo remotamente.
· Contextnet: é um mediador escalável desenvolvido para IoT, que utiliza o smartphone do usuário para descobrir e interagir com objetos inteligentes próximos, permitindo a criação de aplicações móveis com controle remoto e rastreamento.
· Controlador Wireless para Irrigação Automatizada: uma tecnologia que consiste em um controlador eletrônico wireless para irrigação automatizada, que contribui para a facilidade de instalação, economia e eficiência destes sistemas.
· E-lastic: uma tecnologia de saúde desenvolvida para medir a carga de qualquer implemento elástico durante a prática de exercícios físicos. As informações do treino são enviadas para um app que gera gráficos que permitem o acompanhamento evolutivo.
· Fluid: sistema de detecção automática de vazamento em redes e ramais de distribuição que funciona por meio de coletores de dados móveis.
· LYSA – Cão Guia Robô: um robô com funções similares às de um cão-guia convencional, dotado de dois motores e cinco sensores que avisam o deficiente visual quando existem obstáculos e riscos de colisão durante seu percurso.
· Monitoramento Inteligente de Pragas Agrícolas: solução capaz de monitorar diariamente as populações de pragas agrícolas sem a necessidade de mão de obra no campo.
· NEXXTO: sistema de rastreamento, monitoramento e gerenciamento em tempo real de mercadorias, ambientes e ativos, que visa prevenir perdas, reduzir custos e garantir a qualidade da entrega dos produtos aos clientes.
· Oneblue MBM: aparelho móvel de exames sanguíneos não invasivos que pode fornecer exames instantâneos de qualquer lugar que possua algum tipo de conexão com a internet.
· Oxiot: tecnologia que consiste na digitalização as informações de cilindros de oxigênio, permitindo o monitoramento do consumo de oxigênio medicinal de pacientes remotos.
· Plataforma Simuladora como Controle de Games para Reabilitação: uma plataforma física customizável de acordo com as condições de cada paciente, que combina recursos de tratamento numa única solução.
· Pipeline Leak Detection and Location System: tecnologia patenteada capaz de detector e localizar vazamentos em transporte de fluídos em questão de segundos, monitorando as características de operação padrão das ondas de pressão.
· Redução de Infecções Hospitalares: sistema de monitoramento de higiene de mãos de profissionais de saúde, com o objetivo de evitar infecções hospitalares.
· Tactile Glove: um dispositivo tátil em forma de luva voltado para a interação com objetos virtuais e reais de forma remota, sendo uma plataforma para testes de novas soluções para internet tátil.
· VibEye: uma plataforma que interliga hardware e software para facilitar o percurso de deficientes visuais, utilizando um dispositivo wearable com versatilidade única que detecta obstáculos e alerta ao usuário.
· Virtual Monitor: uma plataforma móvel que utiliza tecnologias vestíveis e algoritmos de análise para detectar pontos de intervenção ou de medidas preventivas para o tratamento de idosos em condição crônica, a fim de diminuir visitas a hospitais.
· XMesh: sistema de tele gestão de iluminação pública que utiliza redes mesh aprimoradas para prover infraestrutura de IoT para cidades inteligentes.
· UpFish: equipamento IoT que permite a medição de variáveis da água e o cruzamento com inteligência própria para gerar economia e segurança a produção de peixes e camarões.
*Texto: CNPq