Alunos da UFPA desenvolvem aplicativo sobre anatomia

Postado em 02 de outubro de 2018

Pensando em tornar o aprendizado de anatomia mais interativo e prático, alunos do curso de Medicina da Universidade Federal do Pará (UFPA) desenvolveram o Aplicativo Anatomia UFPA. O aplicativo está disponível para dispositivos Android e conta com materiais de aulas teóricas, roteiros de aulas práticas, simulados e outros conteúdos da disciplina. Os alunos tiveram o apoio da Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (Proeg) no desenvolvimento do aplicativo.

Experiência – Antônio Paes Júnior, aluno que participou do desenvolvimento do aplicativo, conta que a experiência é enriquecedora e permitiu aprofundar os conhecimentos em outras áreas. “Permitiu aprofundar os conhecimentos de anatomia, além de aprender um pouco de outras áreas, como design gráfico e programação móvel. Aprendi programação praticamente do zero e, no final, tinha um novo hobby. Tudo isso me fez pensar diferente, desenvolver estratégias diferentes para a solução de diversos problemas. Forneceu, ainda, coragem e confiança, pois, quando pensamos que tínhamos um aplicativo com mais de 8 mil usuários, sentimos um frio na barriga e a sensação de que somos capazes”, afirma.

Para a professora Roseane Borner, orientadora dos alunos, o aplicativo representa uma nova forma excelente de aprendizado. “Acredito que novas formas são instrumentos imprescindíveis na consolidação do conhecimento e no mecanismo de aprendizagem, e um aplicativo é uma forma de acesso fácil e rápido, pois visa explorar os conteúdos de modo dinâmico e interativo”, completa.

Aplicativo – O Aplicativo Anatomia UFPA aborda dois sistemas anatômicos: sistema cardiovascular e sistema urinário. “Neles o usuário pode acessar materiais das aulas teóricas e roteiros das aulas práticas, fazer simulados, acessar o cronograma de aulas e tirar suas dúvidas diretamente com os monitores da disciplina. Em breve, disponibilizaremos novos sistemas humanos e funcionalidades, como vídeos e um atlas digital com as fotos das peças anatômicas disponíveis no Laboratório de Anatomia Humana e Funcional do ICB”, acrescenta Antônio.

Antônio explica, ainda, que o objetivo é potencializar o aprendizado do conteúdo dado em sala de aula, por meio do acesso fácil a diversos materiais. “O app vai ajudar unificando todo o material de estudo em um só local, testando e fixando os conteúdos por meio dos simulados e aproximando alunos e monitores por meio do portal de dúvidas. Planejamos adicionar outros sistemas humanos, como sistema locomotor, digestório, neurossensorial, entre outros. Também planejamos aumentar o número de questões disponíveis, adicionar vídeos e criar um atlas anatômico digital”, diz.

Via: UFPA